terça-feira, 27 de março de 2012

de sempre que te olho, nem sempre vejo o que quero, e para não me magoar mais, fecho os olhos e fingo que o que vi, foi a decisão de uma pessoa que a mim, não me importa.

Sem comentários:

Enviar um comentário