domingo, 10 de junho de 2012

Conheci-te à custa do sofrimento causado por outra pessoa, aquele apoio teu nos momentos em que eu não conseguia parar de chorar, chegaram para me fazer entender que eras assim, especial. Passaram-se meses até ter coragem de te dizer que te amava, que precisava de ti, que era contigo que eu queria estar, não sei se para sempre, mas era contigo, naquele momento, que eu precisava de estar. Fiz os possíveis e os impossíveis para estar contigo, e quando finalmente consegui, foi algo que não sei explicar. Aquele primeiro beijo, quando me olhas-te nos olhos e disses-te que me amavas, quando me pedis-te para ficar contigo. Brigas, discussões, momentos felizes, sorrisos, segredos, brincadeiras.. Por muito passei contigo, e sempre conseguimos superar as divergências. Mas aqueles quilómetros acabaram com tudo, apesar de isso ser o teu único obstáculo, o obstáculo que tu nunca conseguis-te superar. Puses-te um fim ao nosso amor. Mais tarde, apercebeste-te de que ainda me amavas, e para tua felicidade, eu também. Foram agradáveis aquelas tardes contigo. 
'És a minha vida', disseste-me naquela noite, tão feliz, e confiante de que tudo era verdade. 
Dias passaram, e mensagens, nada. Conversas de merda e mais nada. Julgava que eu tinha feito algo errado, mas não, foste simplesmente tu, que acabas-te com tudo, quando curtis-te com ela.
É engraçado agora, olhar para as mensagens antigas e pensar como tudo parecia ser tão verdadeiro, tão real. Tanto me fizeste, tão pouco que te disse. Sempre fui feliz, ao menos mostrava ser feliz. Tu foste, aquele que eu amei, e aquele que me abandonou. Como é que uma pessoa consegue fazer tão bem a alguém e ao mesmo tempo tanto mal?
Aprendi que eu fui educada para ser uma princesa, e uma princesa não pode deixar cair a coroa por qualquer sapo.

1 comentário:

  1. tenho tantos seguidores e apenas metade segue o meu blog de fotografia, ando a fazer modificações, quem tiver curiosidade que passe por lá e me dê a sua opinião. deixo-vos aqui o link:
    Blog de fotografia

    ResponderEliminar